Toxina botulínica, o que eu devo saber?

Beleza

Obaaa… Hoje é dia de post-colaboração com a renomada médica dermatologista, Dra. Michele Barros. Ela reuniu as dúvidas mais frequentes que surgem em consultório quando o assunto é toxina botulínica, popularmente chamada de Botox.

botox

Por Dra. Michele Barros:

“Quando se fala em Botox (nome comercial da toxina) noto que algumas pessoas demonstram muito receio… Isso é gerado provavelmente pelos maus resultados vistos em algumas celebridades ou pessoas do nosso convívio. Quando temos resultados estéticos apropriados ninguém percebe exatamente o que foi feito, mas sim que houve uma melhora global. Vamos esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto:

1) Existe uma grande diferença entre toxina botulínica e preenchimento com ácido hialurônico ou outras substâncias. Na maioria dos casos em que ocorre um efeito não natural houve um excesso de preenchimento, principalmente em lábios e bochecha.

2) A toxina botulínica é uma substância líquida injetada em certos músculos para que esses deixem de contrair excessivamente, o que leva à atenuação das famosas rugas de expressão. Essas rugas, quando contraem em excesso deixam verdadeiros vincos em nossa face (pés de galinha, testa marcada) no decorrer de 7 – 10 anos após seu aparecimento.

3) A quantidade de rugas de expressão é variável geneticamente. Vemos pessoas de 25 anos já com marcas, e outras de 50 anos com mínimas rugas. Isso vai variar com o formato do rosto, peso, espessura da pele, musculatura facial, e não só com a idade. Mas, é fato que ter a pele mais lisa nos deixa com um aspecto mais descansado e leve.

4) Os efeitos da toxina duram entre 3 a 6 meses, dependendo da dose, do local da aplicação e do paciente. O efeito de paralisia dura apenas 30 dias, depois o músculo vai mexendo a cada mês um pouco mais. O efeito mais natural é o de atenuação da forca muscular e não da paralisia total.

5) A idade para uso tem que ser avaliada individualmente. Geralmente há uma maior necessidade a partir dos 35 anos, porém pacientes mais jovens podem se beneficiar se tiverem músculos muito fortes desde cedo.

6) Um grande erro é deixar para fazer toxina botulínica “quando eu ficar mais velha e com mais rugas”, nessa fase pode ser tarde, pois as mesmas já estarão bem profundas e não irão desaparecer com toxina. Se for tardio, na fase de rugas fixas, há necessidade de se associar LASERs, peelings profundos e preenchimentos para uma correção adequada das linhas.

7) Também não podemos exagerar na dose, a toxina não deve ser indicada para todos, pois alguns não se beneficiam desse método. Uma boa avaliação com um dermatologista poderá esclarecer a sua necessidade ou não desse ou de outros procedimentos para que você fique naturalmente mais bela(o).

8) E lembre-se, qualquer medicamento pode provocar efeitos colaterais indesejáveis , então certifique-se sempre da origem do produto e da qualificação do profissional.”

Dra -michele-barros-cascavel-PR-dermatologista

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário, vamos amar!

1 comentário

  1. July - em -

    Adorei! Muito explicativo!!!
    Beijos

    » Responder